segunda-feira, 13 de setembro de 2010

My brother

Mistura engraçada que é! Reggae com Arrocha!
Eu mesmo não troco a poesia por nada. Estávamos no carro, três de nós.
O mais velho tratava da ressaca do dia anterior no banco da frente. O do meio saíra do carro para tomar um pouco de vento no rosto enquanto as meninas não chegavam. Já o mais novo esticava as pernas no banco de trás, deitado, tocando o teto do carro com a ponta dos dedos dos pés, ouvindo atentamente a música que dizia calma e claramente “My brother”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário