terça-feira, 17 de agosto de 2010

Para Noia

Pensar em cortar em pedaços
Toda a sonolência rotineira.

Traga-me o grito das manhãs
Que desperta do tédio, do cansaço
Traga-me dois copos de água
Um dedo de vida, três pesadelos.

E essa confusão, é só ilusão
É só o temor de pensar que
Um dia tudo virá e passará
(Entre os meus dedos)
Como lâminas suaves que decepam
Todo o amarelo de meus dentes.

Amarelo sai
Verde entra.

Arrombaram a porta dos fundos
E eu sei que você chegou.

Um comentário:

  1. "E essa confusão, é só ilusão
    É só o temor de pensar que
    Um dia tudo virá e passará" [...]
    mto lindo cara >.<

    ResponderExcluir